Friday, December 25, 2009

Thursday, December 10, 2009

159.


15' de fama - 15' of fame
12.12.2009

Esta iniciativa realiza-se de dois em dois anos e teve origem na mítica frase de
Andy warhol "In the future everyone will be famous for fifteen minutes."

A primeira exposição realiza-se às 17h e a última termina às 2h da manhã.

16.55 (05' M) - Mirek Antoniewicz (instalação)
17.00 / 17.15 - My space 15 minutes of Fame (05' D - 17.20)

17.20 (15' M) - Michelle Domingos (instalação)
17.35 / 17.50 - Caso de estudo (10' D - 18.00)

18.00 (05' M) - José Rosinhas (pintura / instalação)
18.05 / 18.20 - Só Deus (05' D - 18.25)

18.25 (10' M) - Inês Vale (fotografia)
18.35 / 18.50 - 2S view (05' D - 18.55)

18.55 (00' M) - José Maria Lopes (performance)
18.55 / 19.10 - Vende-se esboço de artista (00' D - 19.10)

19.10 (05' M) - Maria João Castro (instalação)
19.15 / 19.30 - Pedras poéticas (05' D - 19.35)

19.35h (10' M) - Teixeira Barbosa (instalação)
19.45 / 20.00 - Elegante estância de veraneio (05' D - 20.05)

20.05h (15' M) - Vitor Cravo (instalação)
20.20 / 20.35 - Recuperador (10' D - 20.45)

20.45 (10' M) - José Maia (instalação)
20.55 / 21.10 - Alheava_Moçambique (05' D - 21.15h)

21.15 (05' M) - João Baeta (vídeo)
21.20 / 21.35 - Semi (05' D - 21.40)

21.40h (15' M) - Leonel Cunha (desenho)
21.55 / 22.10 - nvm_cld_09 (10' D - 22.20)

22.20h (10' M) - Jorge Abade e Raquel Vidal (escultura + vídeo)
22.30 / 22.45 - In Between (5' D - 22.50)

22.50 (15' M) - Alexandre A. R. Costa (instalação)
23.05 / 23.20 - O estado da arte, por Alexandre A. R. Costa" (10' D - 23.30)

23.30 (15' M) - Dalida Vaz (instalação)
23.45 / 00.00 - Obra Grávida (10' D - 00.10)

00.10 (05' M) - Marco Mendes (bd)
00.15 / 00.30 - Obras recentes (05' D - 00.35)

00.35 (10' M) - Isaque Pinheiro (instalação)
00.45 / 01.00 - Papel de parede (05' D - 01.05)

01.05 (00' M) - Artur Ruivo (escultura)
01.05 /01.20 - S/ título (00' D - 01.20)

01.20 (15' M) - Fabrizio Matos e Sofia Leitão (instalação)
01.35 / 01.50 - Rebuços n1(10' D - 02.00)

M - Montagem
D - Desmontagem

+ info:
www.exteril.com

158.


locus in quo by manuela barile

Cultural Forum of Cerveira (Vila Nova de Cerveira, PT)
18 December 09 - 16 January 10
Opening on 18 December at 9.00 p.m. (with a live performance by the author)

Locus in quo - which means "the place where something happens" - is the general title the artist gave to a body of works based on a particular theme: the sense of places. The project consists of three audio/video installations (Pesa, Cá and Birdsoundcage) and a concert performance (Oikos). These components function both as interconnected, independent works and, as a single cohesive work.

Pesa (“nest” in Estonian) is a three-channel video installation conceived in response to a site-specific performance that Manuela Barile developed at Moks, an artist residency in Estonia between September and October 2008. It consisted on building a nest in several places where the artist felt a sense of belonging (the abandoned house, the abysses of the lake, the rock near the pond, etc). Pesa describes the approach of a person who leaves with sadness and deep awareness the place to which he is attached, to set off in search of his new "home." Pesa is a project dedicated to the house, to the house of our childhood and to all the houses we have abandoned during our life. It is an interrogation on the feeling of abandon and melancholia. The sound composition is made by: sounds of the performer’s voice recorded live in places where the nests were constructed and then abandoned, field recordings made in the places described above and an abstract of an Estonian traditional song about the theme of the abandon.

Cá is a two-channel video installation developed as a consequence of the artist travels since March 2009 in search of abandoned villages in the region of São Pedro do Sul (Portugal), where she is been living since 2006. The abandoned villages are places with a strong identity, are places alive even if they are uninhabited, even if the nature has gradually absorbed them. They are places still alive because full of memory. They are a bridge with the past ... our past. The artist aim was to trace, catch and interrogate the signs of life and memory where everything seems over. Tracking the signs of memory means for her to take back our roots to reconnect us to a sense of authenticity that is being extinguished. The sound composition is made by: sounds of the performer’s voice recorded live in the abandoned villages using a binaural microphone; sounds of the abandoned villages; sounds of other villages (like the sound of a celebration in a public square, of a window opening and closing); abstracts of traditional songs of the region where there are the abandoned villages (S. Pedro do Sul, Portugal)

Birdsoundcage is a sound and video installation. Is a cage for birds recreated through the medium of sound in an empty and sterile room. Inside of it, there is a body flopped to the ground, that in order to survive decides to make a custom-made cage made by prostheses. The prostheses are obtained setting white-patched twigs of wood on her lower and upper limbs. The organic matter, with which the prostheses are made, is the rest of a nest, a place of the past that no longer exists.



+info:
http://www.manuelabarile.com
http://www.binauralmedia.org

157.


7Apparitions exactly 1minute before 20h
by marcio carvalho

This project presents 7 visions constructed for a space.
Beginning on Thursday the 10th and finishing Wednesday on the 16th
the new space of Hotel25 http://hotel25.blogspot.com/ will receive the
work of Marcio Carvalho.
Presented in a format of 7 acts the artist propose a close look into the
inside of his new works.

What: Performance by Marcio Carvalho with the participation of Christina Kyriazidi
When: Between 10th and the 16 December
What time. Every day EXACTLY 1 min before 20h
Where: Wranglerstrasse 25
How long: Between 5 and 10minutes

156.

forum on "Hastac" (Humanities, Arts, Science & Technology Advanced Collaboratory)

message from ana boa-ventura:
to all with practice, research or just interest for Digital Story Telling, I am co-hosting this week a forum on the topic for the Digital Humanities community "Hastac" (Humanities, Arts, Science & Technology Advanced Collaboratory). You can read it here
http://www.hastac.org/forums/hastac-scholars-discussions/digital-storytelling

you can also access the guest speakers' videos* at
http://seesmic.tv/hastacscholars
and post video replies (in a word: vlog:)) by registering (free) w/ seesmic and hitting the reply button on the speaker to which video you want to react to.

guest speakers:
Joe Lambert (Director and co-founder of the center for Digital Storytelling, Berkeley)
Mariana Kz, (Museum of the Person, Brazil)
Biagio Arobba (Rosebud, a Sioux tribal landbase)

registering with the Hastac site is not a direct process (apparently they has recent spam problems) so if any of you has a contribute to the thread, please email me at anaventura@mail.utexas.edu so I can send your email address along, and it can be recognized as you login.

thank you,
ana boa-ventura
hastac scholar

source: arena mailing list

Wednesday, November 25, 2009

155.



carla cruz

"Que quem está ferido não se recolha, antes despeje seu sangue sobre o mundo"

A performance nasce da leitura das Cartas Portuguesas da Soror Mariana Alcoforado e das Novas Cartas Portuguesas de Maria Teresa Horta, Maria Isabel Barreno e Maria Velho da Costa. As da primeira autora escritas entre Dezembro de 1667 a Junho de 1668, as das três segundas, não assinadas, datam de 1971.
Tomando como ponto de partida duas cartas das 3 Marias, a Segunda Carta II e Freira Ensanguentada, ponho em prática os diversos exercícios propostos, da vingança à paixão pela paixão, sem pretexto senão o seu próprio exercício. A minha paixão é o mundo o meu exercício a arte e o objecto qualquer.

A performance revisita a paixão da mulher na nossa sociedade contemporânea, da paixão pela paixão à paixão pelo mundo. O exercício vai do privado ao público. Os objectos serão variados.
Porque o objecto da paixão é mesmo pretexto, pretexto nele e através dele, definirmos, e em que sentido, o nosso diálogo com o resto. Vejamos: o que nos resta é o mundo, e o tema é a paixão. (NCP)

Usando partes das referidas cartas e textos criados para o efeito a performance fará uso da palavra oral e escrita, da acção sobre o corpo e ainda de imagens desenhadas e projectadas no espaço performativo. Este espaço será intimista, com o público sentado em redor da performer formando um rectângulo que delimitará às acções e ao mesmo tempo confinará a performer.

(1974; Maria Isabel Barreno, Maria Teresa Horta, Maria Velho da Costa; Novas Cartas Portuguesas; Futura)
(1994; The Three Marias, Maria Maria Isabel Barreno, Maria teresa Horta, Maria Velho da Costa, New Portuguese Letters, a tour de force of european women’s literature; Readers International)


FeministizARTE: festival de arte feminista
Auditório Adelina Caravana do Conservatório de Música Calouste Gulbenkian, Braga
27 de Novembro

23:00: “Que aquele que está ferido não se recolha, mas antes despeje o seu sangue pelo mundo” de Carla Cruz

+info:
http://feministizarte.wordpress.com/programa/

154.



video jack


1. MASTER AND MARGARITA @ PÖFF (BLACK NIGHTS FILM FESTIVAL), TALLINN
Video Jack will perform at PÖFF (Black Nights Film Festival), Kanuti Gildi Saal, Tallinn, 3/December at 21.30h:
http://www.saal.ee/event/134/

We will present our new project, Master and Margarita, an audiovisual performance inspired by Bulgakov's novel. The visual style of Video Jack's Master and Margarita brings together a visual collage of photographic and drawn elements into interactive animations, influenced by Soviet-period imagery. The surreal, almost demential, universe of Bulgakov is captured graphically. In sonic terms, the references are Igor Stravinsky, Kurt Weil, Can, Tom Waits, Einstürzende Neubauten, Pan Sonic and Vladislav Delay.
http://www.videojackstudios.com/projects/master-and-margarita/

Master and Margarita is a Video Jack project:
André Carrilho - visual design / animation
Nuno Correia - programming / music

More info about PÖFF:
http://www.poff.ee


+related info:

2. HONORABLE MENTION AWARD @ FUTURE PLACES 2009
Video Jack won a 1st Honorable Mention award at Future Places 2009 festival, (Porto, Portugal), for our “Master and Margarita” performance.

What the jury said:
“The first honorable is Master and Margarita by André Carrilho and Nuno Correia of Video Jack. Their performance piece mixes music, video, and digital technology to give a fresh interpretation of Mikhail Bulgakov’s classic book about Stalinist Russia. This ever-evolving piece reinforces our understanding of how narratives change every time they are performed and every time they are re-visited.”

The jury was comprised of Hught Forrest (South by Southwest festival), Karen Kocher (University of Texas at Austin) and Cristina Sá (Universidade Católica Portuguesa).

First and second prize winners were, respectively “Outhouse” and “Oporto-Brooklyn Bridge”. “Wonderland” won the 2nd honorable mention.
http://colab.ic2.utexas.edu/futureplaces/2009/10/and-the-winner-is/

A short video from that performance:
http://www.youtube.com/watch?v=7bME3cg6f9M

3. NEW WEBSITE

Our new website has been online for a couple of months, but it has now left beta stage. If you haven't visited lately, check it out:
http://www.videojackstudios.com

Monday, November 16, 2009

153.

open call

dear performer, artist, web-flaneur, youtube-addicted, avatar keeper, performance-art lover


The Grossi Maglioni Magic Duo in collaboration with Vision Forum 2009 is organizing Performance Season/ Performance-Art Didactic Festival
Live performance on web, archive production and lectures – web edition 09/10

Purpose: promote/ spread/ diversify the research on performance art through a web platform http://performanceseason.blogspot.com/

Blog and in streaming performance in order to amplify and make easier the exchange and the participation of artists from different contexts and countries.


http://performanceseason.blogspot.com/
http://visionforum2009.blogspot.com/

Saturday, November 14, 2009

152.

call for artworks, performances, and artist's presentations

You are invited to participate in the sixth annual Symposium on Computational Aesthetics that will take place in London England on 14-16 June 2010. CAe is co-located with Computer Graphics International and co-sponsored by the Computer Arts Society.

http://www.computational-aesthetics.org/2010/

Computational Aesthetics bridges the analytic and synthetic by integrating aspects of computer science, philosophy, psychology, and the fine, applied & performing arts. It seeks to facilitate both the analysis and the augmentation of creative behaviour. CAe also investigates the creation of tools that can enhance the expressive power of the fine and applied arts and furthers our
understanding of aesthetic evaluation, perception and meaning.
Invited artists will be involved in the technical, artistic, and theoretical aspects of this young field. The invited artworks aim to help participants better understand what aesthetics is, what computer technology is currently capable of delivering, and what is involved in the creative process.

Artistic submissions are invited across the broad range of mediums covered by Computational Aesthetics. Specific examples include, but are not limited to:

• artworks that employ real-time visual processing;
• artworks that employ computer graphics on the web;
• 2D or 3D artworks that run on stand-alone consoles;
• virtual worlds created for the web;
• game art pieces that run on stand-alone consoles or the web;
• performances that include live computer graphics and/or live real-
time visuals; and
• artist presentations, posters or screenings that explore topics
related to computer graphics, modeling, and/or real-time visuals

A call for papers was also issued.

NOTE:
Artists should submit either a paper or artwork, but not both, as the intention is to give as much coverage of the arts as possible within the limited space of the venue.

Artwork Submission:
Submitted artworks should be original works created in the past three years.
Artworks should be stand-alone and must be self-contained and run on a
computer console. Web-based work is encouraged and the venue has a wifi
connection. Proposals from performing artists should be submitted as a video
or DVD recording only as there is no performance area/stage available for live
work at the venue. All artists should provide their own computer hardware and
ancillary equipment. Submissions will be reviewed by the Arts Program
international committee (the names of whom will be posted on the website)
and accepted works will be included in a catalogue section of the conference
proceedings which will be published by Eurographics and also appear in the
Eurographics and ACM Digital Libraries.

Please send proposals including: Descriptive overview (proposed catalogue
entry) half page A4; images; sound samples; video; time-based works;
technical specification; artist’s resume/biography and artist’s statement; a
detailed listing of your technical needs, including the equipment you will
provide and your space requirements; a link to a website which shows
examples of the work you will be presenting. Please submit to the online portal
below by the deadline of February 12, 2010.

Please note: Computational Aesthetics has some funding for artist bursaries to
cover the conference entrance fee, but regrets no funding is available for
travel, shipping or artist fees. Artists are expecting to apply for funding from
their local institutions or granting agencies. Invited artists will be sent an
official letter of acceptance. Submissions should comprise of a pdf file as the
descriptive overview (proposed catalogue entry) and be accompanied by a
single zip archive containing all other files (maximum size 5mb).

Submit via: http://egmcp1.cgv.tugraz.at/SRM_CAE09/

Arts Programme Chairs:

Nick Lambert (n.lambert@bbk.ac.uk)
Catherine Mason (catherine.mason@dsl.pipex.com)
Arts Advisor: Stephen Boyd Davis, Head of Lansdown Centre for Electronic Arts

Important Dates:

Submission deadline: February 12, 2010
Acceptance notification: March 12, 2010
Camera-ready deadline: April 1, 2009
Conference Dates: June 14 - 16th, 2010

Friday, November 13, 2009

151.

UM: Festival Internacional de Intermedia Experimental
12.13.14.15 Nov 2009Lisboa (vários locais: ECV Fiat, FBAUL, ZDB & MusicBox)
www.1um1.net


USING OUR ILLUSIONS!

Bem-vindos ao UM 2009 - Festival Internacional de Intermedia Experimental. O evento tem lugar entre os dias 12 e 15 de Novembro, em vários locais do centro Lisboa. A exposição, num armazém da Fiat, em Santos, continuará até dia 27 de Novembro.
O festival inclui exposições, workshops, conversas, concertos e performances onde participarão músicos, académicos, designers, arquitectos – profissionais de renome nacional e internacional.
Criado em 2008, o UM põe a ênfase nas práticas cruzadas, experimentais e socialmente comprometidas – que correm riscos, expandem ideias e juntam abordagens ou técnicas diferentes. Cada ano o UM é guiado por um tema: em 2009 foca-se no conceito de ‘paisagem’.

O que acontece no UM 2009?
Exposição / Performances / Conversas / Workshops


WORKSHOPS

Workshop 1: STEIM (NL) - Construir instrumentos musicais:
Workshop prático de 2-dias. Quinta e Sexta-feira, 12.13 de Nov, 11-17.00h/18.00h

Workshop 2: Prof. Ängeslevä/UdK+Art+Com (FI/DE) - Maneiras de Ver Computacionais: Workshop de Desenvolvimento Conceptual.
Workshop de 1 dia: Sexta-feira. 13. de Nov, 11-17.00h

Workshop 3: Unsworn Technologies (SE) - Megaphonebooth, Lisbon – Um Workshop Peripatético de Design de Protótipo.
Workshop de 1 dia: Sábado. 14. de Nov, 11-18.00h

Todos o workshops: FBAUL
Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa
Largo da Academia Nacional de Belas-Artes, 1249-058 Lisboa [Chiado]
Lugares limitados. Inscrições até 11 de Nov. 17h: info@1um1.net



CONVERSAS

As conversas e os workshops completam o alinhamento do festival, fornecendo um espaço para discutir os conceitos e as temáticas por detrás do evento deste ano,
apoiando o desenvolvimento conceptual e o design de novas ideias.

Debate 1: “Desta posição”. A construção da paisagem e as inter-relações entre som, imagem, arquitectura e espaço.
Discussão com Emanuel Pimenta, (PT/CH) + Carsten Stabenow/Staalplaat Sound System, (DE),
Quinta-feira 12 de Nov, 18-19.30h

Debate 2: “Estados e Sensibilidades Elevados”. Aumentar a Consciência e o Conhecimento Sensorial.
Discussão com Dmitry Gelfand & Evelina Domnitch (NL), + Terike Haapoja (FI),
Sexta-feira 13 de Nov, 18-19.30h

Debate 3: “Projectar Novas Abordagens para a Acção e a Percepção”.
Discussão com o Prof. Jussi Ängeslevä (FI/DE) + Unsworn Technologies (SE),
Sábado-feira,14 Nov, 18-19.30h

Todas as conversas:FBAUL
Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa,
Largo da Academia Nacional de Belas-Artes, 1249-058 Lisboa [Chiado],
18-19.30h



EXPOSIÇÃO

Novas formas de arte feitas a partir de técnicas como a visão por computador ou extensão da máquina fotográfica – como por exemplo o trabalho do premiado Julius von Bismarck, a poética instalação-vídeo Entropy, de Terike Haapoja, ou o projecto Singing Bridges, de Jodi Rose. Com André Gonçalves (PT), Jodi Rose (AU), John Klima (US/PT) CADA (PT), Julius von Bismarck (DE), Andreas Schmelas & Stefan Stubbe (DE) , Teike Haapoja (FI), Sandra Dick & Ferderic, Torsten Posselt, Benijamin Maus, Frederic Gmeiner (DE) e performances ao vivo no dia de abertura de Rafael Toral (PT) & Staalplaat Sound System (NL/DE)

Exposição: ECV Fiat (novo espaço), Av. 24 de Julho 60, Inauguração 12 de Nov, 22h (abertura). Exposição decorre até 27 de Nov (Seg-Sex, 12-19.00h)


CONCERTOS

Dj Andre Wakko e Gasparov irão aquecer o palco para o fantástico Bass Clef, uma das descobertas que surgem da cena dubstep emergente inglesa, com o seu estilo ao vivo feito de trombone e percussão. Um grande successo no Sonar 2009, Bass Clef tem tocado ao lado de Lee Perry, Buraka Som Sistema e Benga. Whit (PT) & QuWack com Alfredo Carajilo, Gabriel Ferrandini, Tiago Morna (PT), Bass Clef, Katapulto, Infinite Livez, Team Brick (UK) & DJ Sniff (NL) ZDB, R. da Barroca 59: Sex, 13 de Nov, 22h: 8€
Mr. Gasparov(ES/PT) (live set) + Bass Clef (UK) (live set) + Andre Wakko (DJ), MusicBox, R. Nova do Carvalho 24: Sab, 14 de Nov, 23h: 8€


Mais informações:
Email: info@1um1.net
Web: www.1um1.net


O Festival UM tem sido criado e dirigido por Teresa Dillon, Polar Produce.

150.


antónio olaio
brrrrain

http://www.culturgest.pt/actual/antonioolaio.html

Ao longo da década de 1980, paralelamente à sua actividade como pintor, António Olaio (Coimbra, 1963) desenvolveu uma intensa prática de performance. Nas suas performances, ele surgia a dançar e a cantar em playback, incarnando uma espécie de personagem inverosímil de um espectáculo não menos sui generis. Esta actividade performativa despertou nele a vontade de experimentar a actividade musical, o que se veio a concretizar em 1986 através da sua ligação, como vocalista e letrista, ao grupo Repórter Estrábico (com o qual chegou a gravar o disco Uno dos, editado em 1991). Desde 1993, Olaio tem utilizado igualmente o vídeo no seu trabalho, em estreita relação com a música, tomando de empréstimo o videoclip como modelo e subvertendo as convenções desse género com um humor e uma imaginação delirantes. Os seus primeiros vídeos apoiam-se em canções que ele compôs a partir da apropriação de melodias de vários discos anacrónicos de instrumentais country (Post-Nuclear Country, 1993-1994). Para os seus vídeos posteriores, ele recorreu a canções feitas em parceria com João Taborda (com quem gravou já três discos, Loud Cloud, Sit on My Soul e Red Rainbows, editados respectivamente em 1996, 1999 e 2008). O vídeo enquanto medium revelou-se extraordinariamente operativo para Olaio interligar, e mesmo fundir, os diferentes tipos de actividade a que se vinha dedicando desde a década de 1980. A presente exposição – a mais extensa até hoje realizada pelo artista – estabelece um contraponto entre o seu trabalho em vídeo e a sua pintura.

During the 1980s, in parallel to his activity as a painter, António Olaio (Coimbra, 1963) was intensely involved in performance art, dancing and miming songs, and embodying an improbable kind of character from an equally singular show. These performances awakened in him the desire to engage in musical activity, which he achieved in 1986 through his involvement with the band Repórter Estrábico, singing and writing lyrics, and even recording a CD with them – Uno dos – released in 1991. Since 1993, Olaio has also used video in his work, always closely related with music, borrowing the video clip as a model and subverting the conventions of this genre with his zany humour and imagination. His first videos were based on songs that he composed by appropriating the melodies of various anachronic records of country instrumentals (Post-Nuclear Country, 1993-1994). For his later videos, he made use of songs produced in partnership with João Taborda (with whom he has already recorded three CDs, Loud Cloud, Sit on My Soul and Red Rainbows, released in 1996, 1999 and 2008, respectively). Video has proved to be an extraordinarily powerful medium for Olaio, allowing him to interconnect, and even merge together, the different types of activity that he has been engaged in since the 1980s. The current exhibition – the most extensive one held by the artist so far – establishes a counterpoint between his video work and his painting.

Curadoria · Curator:
Miguel Wandschneider

149.


conversa sobre o trabalho de | artist talk by paulo mendes
14.11.2009 _ sábado | saturday _ 17h00

Uma Certa Falta de Coerência, Rua dos Caldeireiros, 77, Porto
(+351)919272115
(+351)917910031
acertainlackofcoherence@gmail.com
http://umacertafaltadecoerencia.blogspot.com

148.

in a Sala

Rua do Bonjardim, 235 2º
18h
lançamento de livro e performance | book launch and performance
por | by carlos tejo

http://asalanabaixa.blogspot.com/

a Sala
é um projecto de mostra de criações performativas
localizado num apartamento de habitação na baixa do Porto.
uma vez por mês,
apresenta projectos performativos
de autores de diversas áreas (artes plásticas, música, dança, teatro entre outras).

Thursday, November 12, 2009

147.

antónio contador
desaparecido | missing

146.

convocatória: à volta da performance
início 18 de Novembro 2009, 22H00
(todas as 3as quartas-feiras do mês)

+ info:
http://www.bracodeprata.com/exposicoes/2009/11/05.shtml

Nuno Oliveira / Margarida Chambel
Rua da Palma 219, 5º ESQ
Lisboa
1100-995
Portugal
e-mail: cpnintape@yahoo.com

145.



ask me

joana bastos

Kunsthalle Lissabon | inauguração 13.11.2009 – 22h | Rua Rosa Araújo 7-9, 1250-194 Lisboa PT | sexta a domingo 15h – 19h | encerra aos feriados | marcações +351 914696731 j.bastos@kunsthalle-lissabon.org

Joana Bastos apresenta na Kunsthalle Lissabon o seu mais recente projecto, Ask me. O título da exposição é uma referência à função de assistente de exposição, frequentemente denominada de forma genérica Ask me. Um Ask me, identificável na maioria das vezes pelo seu uniforme, uma t-shirt que o caracteriza como tal, tem como tarefa providenciar respostas às questões colocadas pelos visitantes das instituições dedicadas à arte contemporânea, num esforço de traduzir e contextualizar, para um público mais vasto, as propostas artísticas e curatoriais existentes no espaço expositivo. No contexto específico do projecto para a Kunsthalle Lissabon, Bastos vai ocupar o espaço expositivo, sendo totalmente responsável pelo seu funcionamento, manutenção, recepção e acompanhamento dos visitantes. Constituindo-se simultaneamente como sujeito e objecto da sua própria prática e problematizando explicitamente a distinção entre artista plástica/performer e funcionária de um espaço expositivo, a artista pretende chamar a atenção para a relação entre noções como obra de arte, prática artística, trabalho e capital.


+ video by susana pomba
http://www.youtube.com/watch?v=SriaVeXJERY&feature=player_embedded

Sunday, November 1, 2009

144.



WORKSHOP | PERFORMANCE - HISTÓRIA E HISTÓRIAS
por Magda Henriques e Miguel Bonneville

Este workshop contempla duas abordagens: uma aproximação à história da Performance, orientado por Magda Henriques, e uma perspectiva do fazer da performance com o criador Miguel Bonneville.

No primeiro momento fazemos uma breve viagem pela história da Performance, do início do século XX até aos nossos dias.
Compreendemos a importância deste género na ampliação da noção de arte, na quebra de hierarquias materiais e temáticas e na diluição de fronteiras entre disciplinas artísticas.
Relacionamos a afirmação da Performance com momentos históricos particularmente agitados e com o desejo de experimentação de criadores com origens artísticas diversas e com a vontade de uma maior proximidade com o público.
Procedemos ainda a uma contextualização do trabalho de Miguel Bonneville nas práticas artísticas contemporâneas – a necessidade de rejeição de regras académicas, o acto performativo como um meio e o carácter diarístico / autobiográfico.

14 e 15 de Novembro
Sábado - 10h - 13h | 15h - 18h
Domingo - 10h - 13h

Duração: 9 horas
Valor: 40 Euros
Prazo limite das inscrições: 6 de Novembro

ESTÚDIO BOMBA SUICIDA
rua dos caetanos, 26. bairro alto. lisboa.
+info | inscrições: bscultural@bscultural.org
21 342 76 05

Tuesday, October 27, 2009

143.


carlos bunga
EMPTY CUBE Project
, 2009

http://www.emptycube.org/artista10/artista_j.html#

142.

+ sugestões | suggestions
+ colaborações | collaboration
+ debate
+ partilhar | sharing
+ divulgar | spreading


este blog pretende ser uma plataforma informal para divulgar, debater e arquivar performance e práticas performativas de artistas portugueses.
envie textos, imagens, vídeos e/ou outro material
para performance.blog@googlemail.com

this blog intends to be an informal platform to spread information, debate and archive performance and performative practices by artists from portugal.
feel free to send texts, images, videos and/or other material
to performance.blog@googlemail.com

141.

joana bastos
youtube documentation archive
http://www.youtube.com/user/TheJoanaBastos

Monday, October 19, 2009

140.




















beatriz albuquerque
in BLAGO BUNG # 4, Emily Harvey Foundation, New York - USA
28th oct 19h

Friday, October 9, 2009

139.

burp
/
é hacklab e é do camandro! <º)
` ` _|\_
__ \o' __ __ \o/ _ ^^
/ /_ ____|______/ /__/ /___ _| __(_) ______ _/ /
/ __ \/ __ `/ ___/ //_/ / __ `/ | / / / | / / __ `/ /
/ / / / /_/ / /__/ ,< / / /_/ /| |/ / /| |/ / /_/ /_/
/_/ /_/\__,_/\___/_/|_/_/\__,_/ |___/_/ |___/\__,_(_)
* RENTRÉE 2009 *
-~=*=~-

-= É JÁ NO SÁBADO, MAN =-

Sábado, 10 de Outubro, as portas do Hacklaviva voltam a escancarar-se
às 15:00 para uma jornada de encontros, conversa, cumplicidade
e sorrisos.

Vamos ter 'lightning talks' -- apresentações e conversas rápidas pelo
pessoal da (e amigo da) casa, desde Ubuntu em Portugal, passando pela
auto-publicação livre, produção de vídeo local por comunidades no
Brasil, hacking de balanças, entre outros mimos.

Vamos também alojar uma imprevisível jam session de pendor electrónico
mais lá pró fim da tarde, com o privilégio da presença de vários
insiders do assunto aqui do bairro.

Finalmente, projectaremos o filme 'Hackers are people too', produzido
por duas estudantes de cinema que quiseram revelar o que é esta
subcultura, para além das tradicionais representações mediáticas de
criminosos e miúdos com muito tempo nas mãos.

E na companhia dos biscoitos open-source, acompanhados de café e chá
livres, queremos ter uma tarde (e noite, se a vontade o inspirar)
como deve ser, a partilhar zunzuns e conspirações.

-~=*=~-

.: O TEU LIXO É O NOSSO TESOURO :.

Tens um computador a que já não dás uso? Ou que está avariado e já não lhe
tocas? Ou é daqueles super antigos que já nem a miudagem está interessada?
Aproveita e trá-lo no sábado para o Hacklaviva, e nós trataremos de lhe
dar uma nova vida e um novo propósito!

-~=*=~-

.: ELES ANDEM AÍ :.

On-line, estamos em muitos sítios:

SITE*BLOG http://hacklaviva.net
WIKI http://w.hacklaviva.net
IRC #hv @ irc.freenode.net
MAIL viva@hacklaviva.net

-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-

TODOS OS ASSUNTOS, TODAS AS QUESTÕES, é pra
viva AT hacklaviva PONTO net

(mas preferimos sempre o contacto off-line,
por isso larga o teclado e anda cá ter!)

-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-

Quando: é já este sábado
desde as 15:00 até quando nos
apetecer

Onde: Casa Viva!
Praça Marquês de Pombal, 167
4000 Porto :: Portugal
(junto à igreja do Terço)

Mapa: http://tinyurl.com/hackladonde
Metro: estação do Marquês

-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-

hacker que é hacker mete GPL no carro
`
<')
_|\_
_____^^_______
.-' '-.
~ www.hacklaviva.net ~
:: !!
:: sempre instável ::
:: jamais previsível ::
~ ~
'-________________-'

Para te registares na mailing list, é só um
mail a expressar as tuas intenções para
~ viva@hacklaviva.net ~

faz forward! espalha a boa nova!

138.



ramiro guerreiro
verdes anos

137.

rádio zero
http://www.radiozero.pt/

136.






carlos bunga
empty cube project

14-10-2009
Appleton Square
http://www.appletonsquare.pt/exposicoes.php?tipo=p

http://www.emptycube.org/artista10/bunga6.html

Friday, October 2, 2009

135.

one to one performance, a study room guide by rachel zerihan

One to One Performance offers a series of reflections on a number of performances created by artists for an 'audience of one'. The guide includes a dialogue with Franko B, commentaries from sixteen artists in response to a series of questions, as well as a list of related materials in the Study Room. This guide has been created by Rachel Zerihan.

http://www.thisisliveart.co.uk/resources/Study_Room/guides/Rachel_Zerihan.html

Oreet Ashery
Angela Bartram
Jess Dobkin
Davis Freeman
Adrian Howells
Dominic Johnson
Eirini Kartsaki
Leena Kela
Berni Louise
Susana Mendes Silva
Kira O’Reilly
Jiva Parthipan
Michael Pinchbeck
Sam Rose
Sam Sweeting
Martina Von Holn

134.











joana bastos
hostess

in impossible exchange
A project by Filipa Oliveira + Miguel Amado for Frieze Projects
Frieze Art Fair, London, October 14-18, 2009

Saturday, September 26, 2009

133.







trama

festival de artes performativas
performing arts festival

música, performance, teatro, dança, cinema
music, performance, theatre, dance, cinema

8 – 11 OUTUBRO / OCTOBER, PORTO, PORTUGAL

Programa disponível/Program available @ www.festivaltrama.org

ATOM (Robert Henke & Christoph Bauder) (DE)
Black Sugu (PT)
Cristian Chironi (IT)
Forced Entertainment (UK)
HHY & The Macumbas (PT)
Institut Für Feinmotorik (DE)
Jérôme Bel (FR)
Joana Craveiro / João Paulo Serafim / Gonçalo Alegria (PT)
Juliana Snapper (US)
KK Null (JP)
Marcia Farquhar (UK)
Miguel Pereira (PT)
DJ Mr. Mueck (DE)
Patrícia Portela (PT)
Sigmund Skard (NO)
Sir Alice (FR)
Soft Circle (US)
Tori Wrånes (NO)

rita castro neves
www.ritacastroneves.com

Sunday, September 13, 2009

132.




X

performance de
susana mendes silva

Nas noites de 15, 16, 17 e 18 de Setembro, a artista irá apresentar numa das salas da MARZ galeria,
a performance “X”.
Cada performance será apenas para uma pessoa, ou para duas pessoas caso já se conheçam
previamente e tenham uma relação próxima.
Em cada noite existirão quatro sessões de 25 minutos cada. Caso se justifique serão agendadas
mais sessões.


INSTRUÇÕES:
• Faça a sua marcação, indicando o dia e hora que prefere.
• A marcação será confirmada pela galeria.
• Por favor chegue à hora marcada.
• A artista irá pedir-lhe para usar uma venda nos olhos.
• Poderá usar a que é fornecida na galeria ou trazer a sua própria venda.
• Será pedido para se deitar, por isso traga roupa confortável.
• A performance pode ser suspensa a qualquer momento se o/a participante ou a artista não se
sentirem confortáveis.
• A performance não será gravada.
• Os participantes podem interagir com a artista em qualquer momento.


HORÁRIOS das sessões:
15 a 18 SET
20h00 - 20h25
20h30 - 20h55
23h00 - 23h25
23h30 - 23h55


marz galeria
reservas: Aviva Obst / avivaobst@marz.biz / T. +351 218 464 446

131.








mauro cerqueira
Sua boca, aberta para gritar, estava cheia de terra.
Kunsthalle Lissabon
10 Set
circa 22:30h

Wednesday, September 9, 2009

130.















$$$
beatriz albuquerque

1PM, 20 Sept. @ 6th Annual Conflux Festival, NYU

$$$ Project Description: Money can bring desires, stability but at the same time when we work too much - time has faded from our lives. The time for built a family, friends and memories will not exist any more. Beatriz Albuquerque offer printed money, a created currency that possesses a score to follow by the active public. http://www.beatrizalbuquerque.web.pt/2009$$$Conflux.html

ConfluxCity projects, the art and technology festival for the creative exploration of
urban public space, takes place September 17-20, 2009.
http://confluxfestival.org/2009/events/conflux-city/

Events kick off with a Public Space Potluck on Thursday September 17th,
co-hosted by the Design Trust for Public Space.

The festival will be headquartered at the Barney Building in Manhattan
with our partner and host, NYU Steinhardt School of Culture, Education, and
Human Development.


129.


sua boca, aberta para gritar, estava cheia de terra.

mauro cerqueira


Inauguração quinta-feira 10 de Setembro pelas 22h

Local: Kunsthalle-Lissabon
Rua Rosa Araújo 7-9
1250-194 Lisboa - Portugal
T: +351 918156919

Até 18 Outubro / Sexta a Domingo / 15h às 19h

Mauro Cerqueira apresenta, nesta que é a segunda exposição da Kunsthalle Lissabon, o projecto Sua boca, aberta para gritar, estava cheia de terra. O título da exposição, uma citação directa da obra de Hermann Broch, Os sonâmbulos. Volume III. Huguenau ou o Realismo, alude ao interesse do artista no desenvolvimento de um corpo de trabalho ancorado mais a uma praxis idiossincrática do que à produção de uma discursividade de índole verbal (ou verbalmente traduzível). Estruturada em torno de dois momentos distintos, mas complementares, a exposição inaugurará dia 10 de Setembro, com uma Kunsthalle Lissabon transfigurada para acolher um exercício performativo único de Mauro Cerqueira, que deixará o resultado dessa performance no espaço expositivo, acessível a todos os visitantes. Duas semanas depois, dia 24 de Setembro, terá lugar o início do segundo e último momento deste projecto. Partindo dos pressupostos, mas sobretudo das consequências do seu acto performativo inicial, Mauro Cerqueira desenvolverá um segundo corpo de trabalho que não só dialogará, como responderá às questões levantadas, e deixadas em aberto, pelo exercício inicial.


Monday, September 7, 2009

128.
























arminda

midissage
15 de Setembro,19h00 no Jardim do Goethe-Institut



DJ Sessions | André Simões & Max
Performances | Ana Pissarra | Filipa Cardoso


Arminda é um projecto da Maumaus - Escola de Artes Visuais, que apresenta intervenções dos participantes do Programa Independente de Estudos das Artes Visuais do ano lectivo 2008/2009, incluindo obras dos tutores do programa.

Arminda debruça-se sobre os espaços e elementos físicos que constituem e contaminam as instalações do Goethe-Institut Portugal, em Lisboa, procurando questionar e desvendar algumas das suas histórias e contradições. As intervenções propostas interferem deliberadamente com a rotina quotidiana do Instituto, provocando outras vivências.
O projecto desenrola-se em dois vectores, complementares no propósito mas distintos no médium. Intervenções físicas intercalam-se com momentos etéreos, performativos, ocupando todo o espaço do instituto – hall, jardim, auditório, salas de aula ... Considera-se, como ponto de partida, o Goethe-Institut enquanto sistema orgânico com um funcionamento próprio, a partir do qual se tecem obstruções que reconfiguram o percurso habitual do observador, assim reequacionando a sua relação com o espaço.

Goethe-Institut
Campo Mártires da Pátria, 37
Lisboa
De Segunda a Sexta, 09h00 às 21h00

www.maumaus.org


click on the image to zoom it | clique na imagem para a ampliar

Saturday, September 5, 2009

127.



















ruminagem
miguel cabral, carlos santos e joão silva

http://ruminagem.wordpress.com/

Produção Granular
Parceria Granular, PerFormas, A Moagem - Cidade do Engenho e das Artes e
Quarta Parede
Curadoria Carlos "Zingaro" e Rui Edurado Paes


12 Setembro 2009, 21h30 (residência artistica)
Auditório da Moagem, Fundão M/6 |4€ preço único
Granular no Planshister – Encontros de criação com arqueologia industrial
:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
26 Setembro 2009, 22h
Auditório do Estúdio PerFormas, Aveiro
M/6 |Bilhetes - 3.00€ (sócios extraordinários) | 5.00€ (sócios efectivos) | 10.00€ (não sócios)
Ciclo Granular no PerFormas
:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::


A arqueologia industrial é um apetecível domínio de exploração para a arte transdisciplinar,
sendo nesse âmbito precisamente que Miguel Cabral trabalha no projecto Ruminagem, com a
colaboração de Carlos Santos e João Silva. As máquinas e o “entulho” que testemunham o
passado da Casa da Moagem, do Fundão, um edifício fabril dedicado à moagem de cereais no
início do século XX, são utilizados de mútiplas formas pelo trio, dando origem a uma instalação/
escultura que é também um “instrumento” musical complexo. À vertente performativa que este
proporciona adicionam-se as recolhas áudio e vídeo procedidas no próprio local, integradas ao
longo da actuação como memórias virtuais de um tempo que não existe mais.


A Moagem - Cidade do Engenho e das Artes | Largo da Estação 6230-311 Fundão
Telef.: 275 774 052 / 275 773 032 | http://www.amoagem.com.pt | geral@amoagem.com.pt |
bilheteira@amoagem.com.pt

Estúdio PerFormas | Largo do Mercado, 1, 3800 – 223 Aveiro
Tel. 234 192 331 | www.performas.org | fonseca@performas.org

GRANULAR
Escritório: Calçada de Santana, 195, 2º, 1150-303 Lisboa
Sede: R. Prest. Arriaga, 59-5º, 1200-771 Lisboa
Tlm: +351 910 222 649
info@granular.pt
http://www.granular.pt
http://granularnews.blogspot.com/

Tuesday, September 1, 2009

126.


arminda
midissage 15.09
19h

click on the image to zoom it | clique na imagem para a ampliar

Thursday, August 27, 2009

Friday, August 7, 2009

124.



imagens do autor. (em baixo: francisco pinheiro e susana mendes silva no final de uma sessão da performance)



a tradução

de yann gibert



Performance para 18 participantes.
10min / 3 horas
6 de Agosto
(no contexto da abertura da exposição colectiva QUARTOS/ROOMS/CHAMBRES/ZIMMERS, no Pavilhão 28 do Hospital Júlio de Matos).


Decidi transmitir um objecto que me foi transmitido, um objecto íntimo, para cada uns dos participantes com quem tenho uma ligação pessoal há algumas semanas, meses, anos...
A Tradução, é uma obra com data única, especificamente elaborada para o contexto hospitalar do Pavilhão 28, onde o meu passado íntimo interage com o dia a dia doméstico do público/participantes.
Esta performance está baseada num objecto, uma carta que recebi há 5 anos, que eu traduzi para este evento, e enviei para cada uns dos convidados que posteriormente confirmaram a sua presença, hoje, aqui.
São 18 pessoas, que responderam positivamente ao meu convite, e que vão, hoje, abrir esta carta que se manteve fechada desde a sua recepção há dias, semanas. Toda a intimidade criada à volta deste objecto, entre o emissor e o receptor, será mantida neste momento de conclusão deixando o acontecimento em privacidade total.


yann gibert








Yann Gibert nasceu em Lyon (França), vive e trabalha desde 2005 em Lisboa.
Formou-se em dança contemporânea no TDMI em Lyon, no CEM em Lisboa e em composição em tempo real no Atelier Re-Al.
Criou varias peças como coreógrafo, principalmente solos (1,2,3 for 1 boy _ 6 juin 2003 _ daqui eu posso / agora eu penso).
Ele colaborou com Renata Catambas na criação de 3 times (CCB, Auditório Serralves) e com Isabel Simões na criação de The Body Artist (EIRA 33, Jovens Criadores 07).
Yann Gibert foi interprete para Ana Borralho, João Galante, Sonia Gomez, Régine Chopinot, André Murraças, Silvie Artel, Marie Zighera, Félix Ruckert.
Ele esta actualmente envolvido no projecto de pesquisa EURODANCE acolhido pelo Edifício (LX Factory).


Agradecimentos: Susana Mendes Silva, Miguel Pereira e Sónia Rodrigues.
Yann Gibert agradece muito especialmente Megan Welford.

Wednesday, July 22, 2009

123.

PhD Studentships
http://www.falmouth.ac.uk/1178/research-15/phd-studentships-450.html

16 new studentships for doctoral study, starting in October 2009, in areas that match our range of supervisory expertise in Art, Media, Design and Performance

122.

call for proposals
open programme of the European Performance Art Festival openEPAF 2009

The Centre for Contemporary Art Ujazdowski Castle in Warsaw / Poland
invites emerging performance artists to submit performance art proposals
for the open programme of the European Performance Art Festival openEPAF
2009.

The festival will take place from 16 to 18 October 2009. Artists who are
qualified to participate in the festival will receive: materials,
equipment
and CCA space required for performance; board and lodging during the
festival; photographic and video documentation of the performance
presented
during the festival; a fee of 1000 PLN and as far as possible travel
costs.
Performances presented at openEPAF will be selected by a jury consisting
of artists and art critics.

In order to participate in openEPAF, you have to submit an application
containing the following:
1. first name and surname, biographical note, artistic CV, address.
2. short description (not longer than 120 words) of the proposed
performance, including information about a duration of the performance,
materials, equipment and space required.
3. video material with the documentation of previous performances on DVD
video, miniDV or VHS (with a description containing the title, date and
place of the performance)

Language of the application: English, Polish

Notice: this call for proposals is addressed only to artists from
performance art area.
We will not accept theatrical performances.

Proposals should be submitted by 17 August 2009, personally or by mail
at
the following address:

EPAF 2009
Centre for Contemporary Art Ujazdowski Castle
ul. Jazdow 2
00-467 Warszawa
Poland

And by email (only the information specified in 1 and 2 above) at:
openepaf@csw.art.pl

If you want us to send materials back please enclose SASE.

Waldemar Tatarczuk / EPAF Curator
Wojciech Krukowski / Director of CCA Ujazdowski Castle

www.epaf-festival.blogspot.com
e-mail:openepaf(at)csw.art.pl

Saturday, July 18, 2009

121.



como nunca recordar o que aconteceu / A OMISSÃO DO CENTRO /

um projecto de Ana Nobre e Luís Felício,
com a participação de Joana Tavares

17 JULHO 09 . 19 H
CCB . Centro Cultural de Belém
Praça do Império . Lisboa


Uma imagem não tem um lugar, ela deriva de todos os lugares. Sem centro.
É a diáfora do sentido.
A imagem: a repetição de um lugar com outro lugar.
A substituição de uma ficção com outra ficção.
O que é que acontece quando (o) nada acontece?
Toda a imagem é a recordação do impossível: uma ficção, uma forma
de mostrar o sentido precisamente através da omissão do seu centro.
Toda a imagem significa dar o lugar às coisas, deslocá-las ou atravessá-las,
dar-lhes outros lugares.
Uma imagem: a possibilidade de pensar o impossível, de pensar o impensável:
toda a imagem é ao mesmo tempo tudo o que deve ser pensado e o que não
pode de facto ser pensado.
A imagem – ficção – como aquilo que não pode ser pensado, porque
é aquilo que permite o ter lugar do pensamento.
O ter lugar do lugar. O pensamento, a imagem, são distância do centro,
são a deslocação do sentido – a vida dos corpos.
_
Na ausência do pensamento em acto e da própria acção é certo que algo
acontece. O corpo acontece.
Sabe-se que na ausência do (acto) pensamento como centro das determinações
o real continua a acontecer – exterior ao próprio pensamento o sentido continua
a ter lugar.
O pensamento é também só na condição da omissão do seu centro.
O centro é o que não se pode ver.
O pensamento, o acto, são uma imagem do mundo.
O pensamento só se processa na condição de estar ausente do seu próprio
centro, do seu próprio presente.
_
Onde está o centro do sentido? Qual o centro de onde vem uma imagem?
Pensamento e imagem têm a mesma natureza. Dão-se só na condição
da sua ausência no mesmo momento em que acontecem.
Daí a sua ausência do momento presente, a sua não-presença, que paradoxalmente
é a única forma que ambos têm de conseguir aproximar-se do tempo
presente, desse aqui e agora que sempre nos escapa.
É por isto também uma performance sobre o Tempo, nomeadamente sobre
o que é o presente, o presente acontece?
É possível estar/ser consciente de uma vivência presente?


______________________________________________

http://www.brotundwein.blogspot.com/

120.



A NATUREZA EM ABISMO | Do Abismo Ao Aberto

um projecto de Ana Nobre


ABISMO (Abgrund) «... significa o solo e o fundo em direcção ao qual tende, encosta abaixo,
algo que está pendurado. Contudo, o Ab será pensado, doravante, como a ausência
completa de fundo. O fundo é o solo de um enraizar de um erguer-se.»
Martin Heidegger, Para quê poetas?, in Caminhos de Floresta, ed. Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, 2002.
(pp. 309-310)
_

Quinta-feira 16 JULHO 09 | FBAUL

17H . corredor 1º piso . Instalação
21H45 > 22H45 . cisterna . Performance
_

Faculdade de Belas-Artes
da Universidade de Lisboa
Largo da Academia Nacional de Belas-Artes

1249-058 Lisboa | Portugal

Tuesday, July 14, 2009

119.




Gabriel Abrantes
with Daniel Schmidt
Brasília, e as maravilhosas cascatas de Iguaçu (2009)

Performance at Galeria Vermelho, July 6th 2009.

Photo by Alexandre Abrantes taken with an Iphone
Source: http://missdove.blogspot.com/2009/07/gabriel-abrantes-at-galeria-vermelho-sp.html

118.


fauna fonética
(Ensaio Aberto): Performance Multidisciplinar

marta bernardes & ignacio martinez (Portugal / Espanha)

“Uma voz e um violino procuram-se, buscam no encontro possível os ecos de uma animalidade imanente.

A voz humana e a voz animal , o seu encontro e desajuste, as particularidades da convivência destas no Povo de Nodar são o eixo organizador do projecto tanto ao nível da produção do material audio-visual-performático como no tratamento objectual dos dispositivos escultórico-sonoros inspirados na natureza local: nas suas formas, nos seus materiais. Há um espaço para a improvisação, para a presença e experiência do lugar, do instante. Tendo em conta que é de vozes que tratamos, a herança da poesia experimental, tanto visual como sonora - fonética é de maior importância já que é difícil esquecer aquilo que a voz humana sempre tem a ver com a escrita; aquilo que a voz animal sempre tem que ver com o corpo e a sua secreta evidencia mortal de vitalidade, ou seja, de perenidade.”

Marta Bernardes é uma artista portuguesa baseada em Espanha que trabalha nos domínios da performance e artes visuais e sonoras. Detém o Mestrado em Psicanálise e Filosofia da Cultura pela Faculdade de Filosofia de Madrid. Tem realizado diversos Workshops em Espanha, Portugal, Holanda e Bélgica e apresentado performances em várias galerias portuguesas. Ignacio Martinez é oriundo de Espanha e trabalha nos domínios da música e escultura. É licenciado em Belas Artes pela Universidade Complutense de Madrid e tem apresentado vários projectos musicais e teatrais audiovisuais em Espanha.


In TRÊS OBRAS ARTÍSTICAS EM CONTEXTO ESPECÍFICO
SEGUIDAS DE TERTÚLIA À BEIRA-RIO

Sábado, 18 de Julho 09 - 18h00
Nodar, São Pedro do Sul

(Coordenada Geográfica: 40° 55′ 5″ N, 8° 3′ 36″ W)

+info: http://www.binauralmedia.org/

Também participam:

Ben Owen (EUA)
“Uma Reflexão Circundada: Ressoando Nodar”

“Em ‘Uma Reflexão Circundada’, o meio, os materiais usados para construir esta instalação foram o som e o espaço físico. Uso os meus ouvidos e um gravador para recolher sons variados e transformá-los em algo distinto através da sua combinação num percurso ambiental. ‘Uma Reflexão Circundada’ mapeia um território através de uma instalação onde uma estrutura é interpretativa, onde o som produzido pelo artista é passível de ser descoberto tal como os próprios sons da paisagem. A obra consiste em diversas peças, não processadas e compostas, que contêm tanto sons naturais como electrónicos, os quais são modelados em composições subtis num percurso pela aldeia de Nodar. Gravei sons comuns, como pássaros, abelhas ou cigarras e juntei-os de volta à natureza. Esta ‘música’ é ouvida através de altifalantes invisíveis dentro da paisagem, onde a atenção se dissolve entre o que é criado e colocado pelo artista e a própria paisagem sonora que já existe. Não estou interessado em expressar ideias na forma musical, mas mais na interacção com algo que já existe. Ao explorar a fusão entre os nossos sentidos, convido o público a parar por um momento, a escutar os sons e a pensar de onde provêm e qual o seu lugar no meio ambiente.”

Ben Owen é um artista sonoro oriundo dos EUA. Formou-se em História da Arte e BFA Studio Art (escultura e impressão litográfica) pela Virginia Commonwealth University. O trabalho actual de Ben Owen inclui performances baseadas em partituras visuais, colaborações áudio e vídeo. Os seus estudos sonoros iniciaram-se com cassetes e “live radio” em paralelo com impressão litográfica e projecções de slides. Ben encontra semelhanças complementares entre os ciclos de tintura e de recepção da impressão em superfícies e as marcas sonoras amplificadas por microfones de contacto e por gravações de campo ambientais. Ele interessa-se pela relação entre os aspectos espaciais dos campos sonoros existentes, os ambientes sujeitos a intervenções e a projecção e reflexão da luz.

http://benowen.org/


Luciana Ohira & Sérgio Bonilha (Brasil)
“Experimentos Anfíbios: Instalações Lumino-sonoras à Beira do Paiva”

“Ao conhecermos Nodar, um mundo de coisas silenciosas levantou o pó de nossas enfumaçadas memórias paulistanas, misturando-as a lendárias noites de nevoeiro com antigas figuras subindo os rios de Piratininga, sempre remando as mesmas embarcações de bruma - visões de universos distantes, porém próprios a um mesmo lugar. Assim, respaldados pela ausência de rigor científico, apresentamos aqui nossa singela homenagem ao imensurável véu de água que cobre o suave sono das pedras, negociando infinitamente a passagem do tempo enquanto testemunho da vida ao redor…

Uma aldeia costura o vale (lasers, espelhos e parafina)
sem sair do lugar (talco, componentes electrónicos e gravação de áudio)
onde todos se encontram (gesso, componentes electrónicos e gravação de áudio)”

Luciana Ohira (1983) e Sergio Bonilha (1976), nascidos e envelhecidos na Cidade de São Paulo (Brasil), são licenciados em Artes Visuais pela Universidade de São Paulo e mestrandos do Programa “Poéticas Visuais” na mesma Universidade. Em conjunto, já apresentaram suas traquitanas em três dos quatro cantos da Terra.


Sunday, July 12, 2009

117.





mauro cerqueira


the mews project space
11th of july
london

Friday, July 10, 2009

116.


uma história contada por um baterista
pedro diniz reis

interpretado por sérgio nascimento

10 JULHO 2009, SEXTA, PELAS 24H

Festival Escrita na Paisagem ‘09
Programa Janela Indiscreta – Debates e Encontros no Ponto de Encontro do Festival
ÉVORA

“Entre 1 de Julho e 30 de Setembro, decorre em várias localidades do Alentejo mais uma edição, a sexta, do Escrita na Paisagem — festival de performance e artes da terra, este ano tendo como tema o corpo. Festival trans e pluridisciplinar, nele se cruzam criações e criadores contemporâneos, projectos de artistas nacionais e internacionais, desafios de experimentação e projectos de circulação, nomes consagrados e valores emergentes, sempre com trabalhos estimulantes, transgressores e sedutores.”

http://www.escritanapaisagem.net/2009/janela_indiscreta.html

Sunday, July 5, 2009

115.


revista marte

lançamento em | presented at verbo 2009, são paulo, brasil

MARTE na VERBO 2009 - Mostra Anual de Performance
Galeria Vermelho + Funarte + Centro Cultural de São Paulo
BRASIL

6 Julho - 19h30
lançamento da revista MARTE nº3
De que falamos quando falamos de performance

c/ Lúcia Prancha (equipa editorial/ produção M3) +
Liliana Coutinho (coordenadora editorial M3)
Galeria Vermelho, sala 4

10 Julho - 15h00
mesa redonda
Inserção institucional da performance:
discussão acerca da inserção da performance na programação de espaços públicos e privados

c/ Liliana Coutinho, Sónia Sobral, Eduardo Brandão e Lara Pinheiro
Centro Cultural de São Paulo, sala 0


http://revistamarte.blogspot.com/

Monday, June 29, 2009

114.


handle with love


A radio piece by Manuela São Simão, Joana Mateus and José Alberto Gomes, using some sounds by Pedro Lopes.

Uma peça de rádio por Manuela São Simão, Joana Mateus e José Alberto Gomes, usando alguns sons de Pedro Lopes.

http://handlewithlove-radia.blogspot.com





Handle With Love Project for/para RADIA will be streamed twice at:
http://www.radiozero.pt

1- Friday 26th June: 10.30p.m.
2- Thursday 2nd July: 11a.m.(Portugal time)

For other radio's streaming schedule, please go to RADIA network site:
http://www.radia.fm

Handle With Love Project for/para RADIA será transmitida duas vezes
no site:
http://www.radiozero.pt

1- Sexta-feira 26 de Junho: 22h30
2- Quinta-feira 2 de Julho: 11h00

Para outros horários de transmissões na rede de rádios RADIA consulte:
http://www.radia.fm

Thursday, June 25, 2009

113.

performance sonora de Jonathan Saldanha
"Evocação de Ressonância"
dia 26 de Junho, 21h00


"A performance sonora sobrepõe ao espaço um ataque sonoro proveniente da
reutilização de samples (sons de segunda geração, que já existiram num
espaço próprio mas que foram entretanto cristalizados) provenientes de
arquivos de sirenes antiaéreas usadas na Segunda Guerra Mundial. A
capacidade de pressão sonora destas sirenes será usada numa tentativa de
revelar o pânico impregnado no seu som, num misto de evocação pela
ressonância no edifício da Reitoria do eco das sirenes com a desencriptação
das propriedades simbólicas das sirenes enquanto aviso e encantamento."
J.S.

In:
Lançamento do catálogo da exposição
RESCALDO E RESSONÂNCIA!
dia 26 de Junho às 21h00 (sexta) na Reitoria da Universidade do Porto
projecto de colaboração de Inês Moreira (curadoria e concepção do espaço),
André Cepeda (fotografia), Paulo Mendes (vídeo) e Jonathan Saldanha (som).
O lançamento do catálogo - dia 26 de Junho às 21h00 (sexta)- será
acompanhado por uma Rescaldo e Ressonância! é um projecto especulativo que se ocupa dos
espaços acidentados na Reitoria da Universidade do Porto por um incêndio
em Maio de 2008.

+ info
rescaldoressonanciaproject.blogspot.com

112.

desculpem a interrupção...
sorry for the interruption...

Tuesday, May 26, 2009

111.

gustavo sumpta
ser artista em portugal




110.



work for free
beatriz albuquerque

28 de Maio de 2009 às 13h30
2nd Thessaloniki Biennale of Contemporary Art

O “Projecto: Trabalho de Graça”, de Beatriz Albuquerque, reside na possibilidade de cada visitante encomendar gratuitamente uma obra de arte à artista, podendo escolher entre diferentes media – pintura, desenho, fotografia, performance, instalação, vídeo, digital art, “mail art”, entre outros – e decidindo todas as características dessa obra. Para tal suceder, será firmado um contrato entre Beatriz Albuquerque e o contratador, onde se especificam todas as condições e directrizes, salvaguardando a integridade física e moral da artista.
Há um sentimento entre marxistas (que incluem possivelmente Terry Eagleton) que se a teoria funciona, então tudo o resto se seguirá… e como Marx disse, "all history has been a history of the class struggle". Este "Projecto: Trabalho de Graça" é uma adição a esse esforço de ir contra o sistema proclamado e numa abordagem contraditória mas revolucionária - praxis - eu ofereço o meu trabalho: a criação de uma obra de arte, de graça. Este projecto é a tradução de "a hard theory put into practice" onde todas as pessoas têm a possibilidade de adquirirem a(s) obra(s) de arte que desejarem, gratuitamente. A arte deve estar ao alcance de todos.

+info: www.beatrizalbuquerque.web.pt

Wednesday, May 13, 2009

109.



andré gonçalves
amo-te às escondidas, como quem rouba rebuçados



Inauguração: 16 de Maio, às 22h
com concerto de Gigantiq às 23h
de 16 de Maio, 2009 a 14 de Junho, 2009

Tráfico é um projecto curatorial resultante de uma iniciativa tripartida de Bruno Leitão,
Joana Nóbrega e Pedro dos Reis.
No nosso primeiro teste público convidámos André Gonçalves.

André Gonçalves (Vila Franca de Xira, 1979) é um artista multifacetado que se tem destacado
como músico - abordando a vertente electrónica experimental e como artista de New Media.
No seu currículo traz já uma vasta discografia, para além de inúmeras performances em Portugal
e países, como Espanha, Reino Unido, Estados Unidos, Turquia, Holanda, Noruega, entre outros. Gonçalves representa o espírito que o Tráfico levará ao Chiado, em Lisboa, durante a sua
programação.

Procurando percursos profissionais ou que do simples acaso da vida têm levado vários artistas
a migrar do seu local de origem por períodos de duração diversa, Tráfico servirá como plataforma expositiva incentivando migrações internas e externas. Pensamos ainda, que um projecto com as características a que nos propomos, poderá ajudar a criar as ligações que ainda são ténues com países com quem partilhamos um passado comum. Relativamente ao programa queremos privilegiar o contacto entre um público que procura a Arte, enquanto forma de apropriação e entendimento do mundo em que vive; e um conjunto seleccionado de artistas,
que através da sua experiência e práctica revelam um mundo numa linguagem e olhar, que lhes é próprio.

No caso de André Gonçalves, o que nos interessou para além do seu percurso foi a sua particular práctica artística. Ainda que à primeira vista possa parecer ambivalente, na realidade completa-se. Gonçalves é um artista que por meio do chamado DIY (do it yourself) reconstrói e redesenha objectos do quotidiano, que à partida seriam considerados obsoletos pelos padrões normais do que é tecnologicamente aceitável - ou mesmo que não teriam qualquer uso ou lugar, vulgo lixo tecnológico. Para além desta experiência, fruto da sua busca pessoal, Gonçalves trará outra base para reflexão: a relação entre o público e a obra de Arte - assunto muitas vezes debatido, mas onde será analisado de uma forma pragmática.

30 folhas de papel, cortadas circularmente serão os "sismógrafos" do impacto do seu trabalho Untitled #6, dentro das circunstâncias proporcionadas pelo Tráfico.
Diariamente, será realizada uma performance, que gerará o registo do que acontecerá dentro desse período, no Espaço Fábulas, e que irá ocupando o seu lugar na parede do espaço.
As circunstâncias serão diferentes de dia para dia e não dependerão únicamente do objecto exposto, certamente, e assim, de igual forma, também diferentes serão os desenhos registados.
Desenhos que André Gonçalves levará consigo, finda a exposição e que reflectirão a primeira actividade do Tráfico.

Performance; "new media"; projecto documental ou analítico?... Descubram por vocês mesmos.



* Performance diária às 20h30m

-------------------------------------------------

[h] 2ª a 4ª: 10.00 – 00.00; 5ª a Sábado: 10.00 – 01.00; Encerrado ao Domingo.
[w] http://www.traficolx.net
[e] info@traficolx.net
[c] (+351)96-438-1374
[a] Calçada Nova de São Francisco 14 - Lisboa 1200-300 Portugal


--
fonte | source:
Tráfico Pedro dos Reis
[w] http://www.traficolx.net
[e] pedro@traficolx.net

Sunday, May 10, 2009

108.




andré sier

let me speak


audio-visual performance, 8 speakers + 2 video projections
collaboration with anna einarsson

10.5.2009 festival ljudoljud in fylkingen, stockholm, sweden
19.5.2009 re-new 2009 festival, copenhagen, denmark

Let me speak is an audiovisual performance, drawing upon the idea of freedom
of speech. A voice, a body, enclosed in a virtual space with loudspeakers being
both windows and barriers to the outside world.
The audio and the visual connect in real-time through the voice, creating a
dialectic between a restricted space and an open space, the motion and the
static flow. These are polarities interplaying between the audio and the visual as
well as within the work’s individual components.
The graphics are real-time minimal abstractions in a virtual space, audio-bodies,
sound reactive agents and graphics that travel within volumetric space,
behaving rhythmically to the sound.
The work is a collaboration between André Sier, prominent visual
artist/composer from Lisbon, Portugal and Anna Einarsson, multifaceted
composer/vocalist from Stockholm, Sweden.




+links:
http://s373.net/
http://www.annaeinarsson.com/
http://www.kmh.se/ljudoljud/